Aniversário de 250 anos de Porto Alegre é celebrado com Missa na Catedral Madre de Deus

A missa foi presidida pelo arcebispo Metropolitano de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler


Dom Jaime ao lado do prefeito, Sebastião Melo, e do vice-prefeito, Ricardo Gomes

A Catedral Metropolitana Madre de Deus recebeu autoridades civis e a comunidade para a missa, presidida por D. Jaime e concelebrada por D. Adilson e alguns padres, por ocasião do aniversário de 250 anos de Porto Alegre, no último sábado (26). A celebração contou com a presença do Prefeito Municipal, Sebastião Melo e demais autoridades.


A missa, na manhã de sábado, teve seu início marcado pela solenidade de descerramento da placa com o novo nome do Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana, uma homenagem ao Monsenhor Ruben Neis (1925-2003) que, ao longo de sua vida, trabalhou pela preservação documental da Arquidiocese de Porto Alegre, contribuindo assim para a conservação do conhecimento da história do Rio Grande

do Sul e da capital dos gaúchos. Monsenhor Ruben teve papel decisivo na definição da data de fundação da cidade de Porto Alegre, em 26 de março de 1772. No altar, ao lado da placa, destacou-se a imagem de São Francisco das Chagas, uma referência como primeiro padroeiro de Porto Alegre.

A data foi celebrada também com a abertura da exposição Episcopus, inaugurada na última sexta-feira (25) na Cúria Metropolitana, data do calendário litúrgico que marca a solenidade da Anunciação do Senhor. Os interessados em conhecer a exposição devem acompanhar nas redes sociais da Arquidiocese, pois serão divulgadas novas datas para visitas mediadas.


Ao final da homilia, Dom Jaime reafirmou a importância dos cidadãos nesses 250 anos da cidade: “Deus nos conceda a graça de rezarmos em nossa fraqueza, de rezarmos pelo nosso povo e pela nossa cidade [...]. Que ao celebrarmos um quarto de milênio de história, possamos com humildade e recato fazer nossas as alegrias e esperanças, tristezas e angústias de cada cidadão desta cidade. Ancorados no senso de pertença e de corresponsabilidade social, inspirados no Pobre de Assis, possamos cooperar para que as futuras gerações, aqueles que virão depois de nós, possam gozar nesse pedaço de chão de ainda mais segurança, saúde, educação, respeito, paz, concórdia e fraternidade.”


Durante sua fala, Melo destacou e parabenizou o trabalho da paroquiana Ana Maria Engers Lenz, presidenta da Associação Comunitária do Centro Histórico de Porto Alegre, pelo seu trabalho na comunidade porto-alegrense. Ao final, uma confraternização, com doces e salgados, foi realizada no átrio da Catedral. Confira algumas fotos:



Porto Alegre tem como data de fundação o dia 26 de março de 1772, marcada pela criação da Freguesia de São Francisco do Porto dos Casais, a qual alguns meses após o seu surgimento teria seu nome modificado para o que conhecemos hoje: Paróquia Madre de Deus de Porto Alegre, hoje a nossa Catedral Metropolitana.


Texto e imagens: Camila Oliveira, assessora de comunicação da Catedral Metropolitana de Porto Alegre


Catedral_IV - Pref.Horz_marrom.png
Catedral_IV - Pref.Horz_marrom.png